Site Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Encante-se com a história do Forte dos Reis Magos de Natal

Forte dos Reis Magos

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O litoral nordestino reserva muitos encantos aos seus visitantes. A capital do Rio Grande do Norte, por exemplo, é bastante conhecida por suas praias, dunas e ventos. Mas o que poucos sabem é que Natal tem grandes atrativos históricos, como o Forte dos Reis Magos. Ele foi inaugurado em 1599 e é um dos pontos turísticos mais importantes da cidade, pois possui uma arquitetura conceitual e revela a história e a fundação do município.

Forte dos Reis Magos por dentro

 

Forte dos Reis Magos visão panoramica

 

História e origem

Durante o período de colonização do Brasil, os territórios descobertos recebiam uma fortificação para proteção contra invasões. Quando os colonizadores portugueses chegaram às margens do Rio Grande do Norte, começaram a construção do forte que possui forma de estrela e está ao lado direito da barra de Potengi — atualmente próximo à Ponte Newton Navarro.

Inicialmente, a edificação foi chamada de Fortaleza da Barra do Rio Grande, mas depois recebeu o nome “Forte dos Reis Magos”, devido à data do início da sua construção: 6 de janeiro de 1598, dia de reis no calendário católico.

Em 1633, o local sofreu um ataque de holandeses, que dominaram a região por 21 anos, mas em seguida voltou ao controle dos portugueses.

Atrativos do local

O forte está localizado na Zona Leste da cidade, na praia do Forte. Para ter acesso, é preciso fazer uma caminhada de aproximadamente 500 metros por uma passarela. O percurso é superagradável, pois permite a vista do Rio Potengi, da Praia de Genipabu e da Ponte Newton Navarro. Para melhorar o passeio, escolha o período do final da tarde: o visual é espetacular.

Na visita, o turista conhece a capela, os antigos depósitos, os alojamentos e outros artefatos antigos. Na parte superior do prédio estão os canhões utilizados na época das invasões. Outro grande atrativo é o Marco de Touros, de 1501: uma peça de mármore, com a cruz-de-malta esculpida, que teria sido o primeiro marco de posse da coroa portuguesa no país.

Patrimônio histórico e artístico nacional

Por abrigar o Marco de Touros e outros artefatos importantes, o Forte dos Reis Magos foi tombado como patrimônio histórico e artístico nacional, em 1949, pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Assim, foi administrado pelo órgão, que realizou pesquisas e elaborou um projeto de restauro para preservar um dos bens culturais mais expressivos do Brasil. No ano de 2018, a gestão do Forte voltou a ser de responsabilidade da Fundação José Augusto.

Curiosidades sobre o Forte dos Reis Magos

Desde a sua origem, o Forte tem algumas particularidades. Entre elas:

  • o piso é o mesmo desde a sua fundação: são mais de 400 anos de história e estrutura bem-conservada;
  • no passado não havia banheiros, os capitães e soldados que moravam no lugar tinham um espaço reservado para as necessidades e os dejetos eram jogados no rio Potengi;
  • no centro do Forte há uma pequena igreja: em seu teto estão armazenados armamentos e munições da época da colonização.

Normas para visitação

O Forte dos Reis Magos funciona diariamente, de 8 h às 16h30. A entrada custa R$ 3 por pessoa e há guias credenciados para conduzir a visita, dando mais informações e detalhes sobre a história do lugar. Para passeios em grupo, a administração orienta realizar agendamento via telefone. O local tem estacionamento próprio e também é acessível de transporte público. É recomendado em qualquer época do ano.

Deu para perceber que a visita ao Forte dos Reis Magos é mais do que um passeio turístico? Na verdade, trata-se de um mergulho na história de Natal e do Brasil. Além disso, é possível contemplar uma vista magnífica e sentir a brisa da praia na parte superior. Portanto, se você tem uma viagem programada para Natal, inclua esse ponto no seu roteiro!

Gostou das informações? Então siga as nossas redes sociais e fique por dentro de mais assuntos relacionados ao turismo do Rio Grande do Norte! Estamos no Facebook e no Instagram.

 
 
 
  • COMPARTILHE

Encante-se com a história do Forte dos Reis Magos de Natal

03/11/2020 21:18


O litoral nordestino reserva muitos encantos aos seus visitantes. A capital do Rio Grande do Norte, por exemplo, é bastante conhecida por suas praias, dunas e ventos. Mas o que poucos sabem é que Natal tem grandes atrativos históricos, como o Forte dos Reis Magos. Ele foi inaugurado em 1599 e é um dos pontos turísticos mais importantes da cidade, pois possui uma arquitetura conceitual e revela a história e a fundação do município.

Forte dos Reis Magos por dentro

 

Forte dos Reis Magos visão panoramica

 

História e origem

Durante o período de colonização do Brasil, os territórios descobertos recebiam uma fortificação para proteção contra invasões. Quando os colonizadores portugueses chegaram às margens do Rio Grande do Norte, começaram a construção do forte que possui forma de estrela e está ao lado direito da barra de Potengi — atualmente próximo à Ponte Newton Navarro.

Inicialmente, a edificação foi chamada de Fortaleza da Barra do Rio Grande, mas depois recebeu o nome “Forte dos Reis Magos”, devido à data do início da sua construção: 6 de janeiro de 1598, dia de reis no calendário católico.

Em 1633, o local sofreu um ataque de holandeses, que dominaram a região por 21 anos, mas em seguida voltou ao controle dos portugueses.

Atrativos do local

O forte está localizado na Zona Leste da cidade, na praia do Forte. Para ter acesso, é preciso fazer uma caminhada de aproximadamente 500 metros por uma passarela. O percurso é superagradável, pois permite a vista do Rio Potengi, da Praia de Genipabu e da Ponte Newton Navarro. Para melhorar o passeio, escolha o período do final da tarde: o visual é espetacular.

Na visita, o turista conhece a capela, os antigos depósitos, os alojamentos e outros artefatos antigos. Na parte superior do prédio estão os canhões utilizados na época das invasões. Outro grande atrativo é o Marco de Touros, de 1501: uma peça de mármore, com a cruz-de-malta esculpida, que teria sido o primeiro marco de posse da coroa portuguesa no país.

Patrimônio histórico e artístico nacional

Por abrigar o Marco de Touros e outros artefatos importantes, o Forte dos Reis Magos foi tombado como patrimônio histórico e artístico nacional, em 1949, pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Assim, foi administrado pelo órgão, que realizou pesquisas e elaborou um projeto de restauro para preservar um dos bens culturais mais expressivos do Brasil. No ano de 2018, a gestão do Forte voltou a ser de responsabilidade da Fundação José Augusto.

Curiosidades sobre o Forte dos Reis Magos

Desde a sua origem, o Forte tem algumas particularidades. Entre elas:

  • o piso é o mesmo desde a sua fundação: são mais de 400 anos de história e estrutura bem-conservada;
  • no passado não havia banheiros, os capitães e soldados que moravam no lugar tinham um espaço reservado para as necessidades e os dejetos eram jogados no rio Potengi;
  • no centro do Forte há uma pequena igreja: em seu teto estão armazenados armamentos e munições da época da colonização.

Normas para visitação

O Forte dos Reis Magos funciona diariamente, de 8 h às 16h30. A entrada custa R$ 3 por pessoa e há guias credenciados para conduzir a visita, dando mais informações e detalhes sobre a história do lugar. Para passeios em grupo, a administração orienta realizar agendamento via telefone. O local tem estacionamento próprio e também é acessível de transporte público. É recomendado em qualquer época do ano.

Deu para perceber que a visita ao Forte dos Reis Magos é mais do que um passeio turístico? Na verdade, trata-se de um mergulho na história de Natal e do Brasil. Além disso, é possível contemplar uma vista magnífica e sentir a brisa da praia na parte superior. Portanto, se você tem uma viagem programada para Natal, inclua esse ponto no seu roteiro!

Gostou das informações? Então siga as nossas redes sociais e fique por dentro de mais assuntos relacionados ao turismo do Rio Grande do Norte! Estamos no Facebook e no Instagram.

 
 
 

Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )